Sistema Global de Rega

O Sistema Global de Rega de Alqueva, que beneficia uma área com cerca de 120 000 hectares, é constituído por um conjunto de 69 barragens, reservatórios e açudes, 382 km de rede primária, 1 620 km de extensão de condutas na rede secundária, 47 estações elevatórias, 5 centrais mini-hídricas e 1 central fotovoltaica.

O Sistema Global de Rega de Alqueva divide-se em três subsistemas, de acordo com as diferentes origens de água, nomeadamente,  Alqueva, Ardila e Pedrógão.

O Subsistema de Alqueva, com origem de água na albufeira de Alqueva, desenvolve-se a partir da Estação Elevatória dos Álamos. Esta infraestrutura permite elevar a água a uma altura de 90 m, através de uma conduta forçada com 850 m de comprimento e 3,2 m de diâmetro, para as albufeiras dos Álamos, as quais garantem a distribuição de água a todo o subsistema de Alqueva.

Através do canal dos Álamos com cerca de 11 km, faz-se a ligação à Barragem do Loureiro, de onde deriva o canal Loureiro – Monte Novo, com 24 km de comprimento até à Barragem do Monte Novo. Para Sul, desde a Barragem do Loureiro, desenvolve-se o Túnel Loureiro-Alvito, com 11 km de extensão, garantindo o abastecimento à Barragem de Alvito.

É a partir da Barragem de Alvito que segue o Canal Alvito – Pisão, fazendo a ligação à Barragem do Pisão, seguindo depois, através do Canal Pisão – Roxo até à Barragem do Roxo.

Na envolvente dos referidos canais, desenvolvem-se os Aproveitamentos Hidroagrícolas do Monte Novo, Alvito – Pisão, Pisão, Ferreira Figueirinha e Valbom, e Alfundão em exploração.

O subsistema de Alqueva abrange uma área total regada de cerca de 64 000 ha, com um total de 8.619 prédios abrangidos.

O Subsistema do Ardila, com início na estação Elevatória de Pedrógão/margem Esquerda, é composto por um conjunto de 15 barragens ou reservatórios. Estende-se por mais de 60 km de rede primária e tem cerca de 270 km de condutas na rede secundária, 6 estações elevatórias e uma central mini-hídrica.

Sistema de Rega

Com origem de água na albufeira de Pedrógão, o subsistema do Ardila, compreende os Aproveitamento Hidroagrícolas da Orada-Amoreira, de Brinches, de Brinches-Enxoé e de Serpa, localizados na margem esquerda do Guadiana nos concelhos de Moura e Serpa, abrange uma área total regada de 30 000 ha.

Subsistema de Pedrógão, com início na Estação Elevatória de Pedrógão/Margem Direita, compreende um total de 9 barragens ou reservatórios, 3 estações elevatórias, mais de 42 km de extensão de rede primária e aduções a desenvolverem-se na região a Este de Beja, na margem direita do Rio Guadiana.

A criação de reservatórios de regularização e um sistema adutor que garante o transporte de água para aquela região, vem criar condições, para o fornecimento de água à infraestrutura secundária para rega, e alternativas, se assim vier a ser entendido, para reforço do abastecimento público de água, já que se trata de uma região deficitária em recursos hídricos.

O subsistema de Pedrógão abrange uma área total regada de 24 500 ha.

Junto da nova Aldeia da Luz foi equipado uma área de regadio com 593 ha, com origem de água direta da albufeira de Alqueva.

Consulte aqui o mapa do Sistema Global de Alqueva.

Copyright 2013. EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, SA