Memória do Rio Guadiana

Os romanos chamavam-lhe Anas e os os mouros juntaram Uádi (a palavra árabe para "rio") ficando Uádi Ana. Passou para o português como Ouadiana e, mais tarde, para Odiana. Desde o século XVI que, por influência castelhana, passou a chamar-se Guadiana.

O rio Guadiana permaneceu nas memórias das gentes, como o lugar de comunhão das comunidades, o espaço das sociabilidades e dos rituais.

O som das águas correntes e o bater dos seixos rolados, as caldeiradas de peixe de rio, a lavagem das roupas e das tripas, as novenas no Guadiana, a Pascoela e as ‘sortes’, as pescarias, a vida dos moleiros, o poder curativo das águas.

Memória do Guadiana, em exposição na sede da EDIA.

Sob a terra e as águas 20 Anos de arqueologia entre Guadiana e Sado


20 Anos Obra_200 Milenios Histora

Organizada pela EDIA, Câmara Municipal de Beja e Direção Regional de Cultura do Alentejo, esta exposição constitui uma mostra dos resultados das intervenções arqueológicas realizadas no âmbito do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, dando a conhecer ao grande público os resultados de duas décadas de arqueologia preventiva, responsáveis por uma verdadeira revolução empírica do conhecimento arqueológico no Alentejo.

Esta exposição está patente ao público no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja, até 31 de dezembro de 2016.

“Arte Numa Perspetiva Diferente” - XV

15 de novembro | 16 de dezembro 2016

XV Exposicao CPCB

Pelo 15º ano consecutivo a EDIA e o Centro de Paralisia Cerebral de Beja promoveram a exposição “Arte numa perspetiva diferente”.

A exposição compreende um conjunto de sete perspetivas, reflexo da visão dos sete autores sobre o quotidiano, com abordagens que resultam em títulos como a “A Lua vai para o Sol”, “A Família de Cisnes de Olhos Azuis” ou “Os Namorados”.

Arte Numa Perspetiva Diferente, é uma exposição que se tem vindo a afirmar como um dos estímulos ao desenvolvimento intelectual dos utentes do Centro de Paralisia Cerebral de Beja.

O valor total das vendas reverte para o Centro de Paralisia Cerebral de Beja.

 

Copyright 2013. EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, SA