Parque de Natureza de Noudar

Situado a cerca de 8 km da Vila de Barrancos, o Parque de Natureza de Noudar surge na sequência da aquisição da Herdade da Coitadinha, pela EDIA em 1997, com o objetivo de desenvolver nesta propriedade um projeto de compensação pela perda de habitats a nível dos ecossistemas de montado, galerias ripícolas e matagais mediterrânicos induzidos por Alqueva.

Os valores naturais presentes no Parque de Natureza de Noudar, nomeadamente o montado de azinho, justificaram a sua aquisição e são, também, responsáveis pela sua inclusão na Rede Natura 2000.

O projeto tem por conceito-base o princípio de que o uso e a atividade promovem a conservação do território e recria a atividade agrícola na Herdade da Coitadinha, respeitando as práticas e tradições da região.

Da atividade agrícola, importante para a gestão, é efetuada em modo de produção biológico, permitindo associar a atividade produtiva à conservação da natureza. A melhoria e manutenção do montado de azinho são uma preocupação constante do projeto.

No Parque de Natureza de Noudar, a organização do espaço enquadra a conservação das características importantes e diferenciadoras do seu património natural e cultural. A intensidade da utilização é calibrada pelas necessidades de conservação. Esta é aferida através de um programa de monitorização da biodiversidade.

A interpretação do património, natural ou construído, será efetuada utilizando as mais modernas tecnologias e técnicas de comunicação, de forma integrada com a conservação da natureza e com as atividades agroflorestais e turísticas. O visitante tem à distância de um botão a possibilidade de compreender melhor e interpretar as características do local onde se encontra. A informação é transmitida em diversos formatos: som, fotografia, vídeo e texto.

O conceito do Projeto baseia-se num espaço vivo e dinâmico de demonstração de temas bioecológicos e culturais da região onde se insere, que mostre não apenas as obras de arte mas as relações entre as sociedades humanas e o meio que as rodeia.

A recuperação e adaptação do Monte da Coitadinha e o seu funcionamento como Centro de Interpretação e Apoio, permite dotar o projeto com as condições necessárias às atividades de interpretação do património e de alojamento dos visitantes.

A importância local e regional do projeto afirma-se pela fixação das camadas mais jovens e escolarizadas da população e pela revitalização das atividades ligadas ao turismo, restauração, comércio e cultura, constituindo um exemplo à escala Nacional do aproveitamento multifuncional de um espaço rural.

A EDIA tem como missão garantir que este espaço, de características únicas, se mantém e valoriza.

Para saber mais visite o site www.parquenoudar.com.

Copyright 2013. EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, SA