Learning by Sharing Capital Natural: BCSD Portugal & EDIA | 21 de outubro

13/10/2020

O BCSD Portugal e a EDIA organizam a 5.ª sessão do Ciclo Learning by Sharing Capital Natural, a realizar no próximo dia 21 de outubro, das 15h00 às 16h30, em formato webinar. 

Esta sessão realiza-se no âmbito do projeto LIFE Volunteer Escapes – no qual o BCSD Portugal é parceiro – cujo objetivo é a promoção de ações de voluntariado ambiental para a conservação e proteção da natureza. Neste projeto, o BCSD procura organizar e dinamizar sessões de sensibilização e partilha de boas práticas sobre a importância da proteção e conservação do Capital Natural, com foco nas empresas e na sua integração na estratégia empresarial.

As sessões destinam-se às empresas que estão interessadas em projetos de conservação da natureza ou em saber mais sobre as oportunidades da integração do capital natural na sua gestão, assim como aos seus stakeholders e parceiros, havendo um foco na partilha de casos de estudo empresariais.

Nesta sessão, a EDIA partilhará a sua atuação no Parque de Natureza de Noudar, dando o seu testemunho de contribuição para a conservação da natureza e proteção da biodiversidade.

A Herdade da Coitadinha tem cerca de 1000 hectares e foi adquirida pela EDIA em 1997, como medida de compensação pela perda de habitats de ecossistemas de montado, galerias ripícolas e matagais mediterrânicos induzida pela construção da barragem de Alqueva.

A escolha deste território, um pouco afastado da zona de influência direta de Alqueva, prende-se com o facto de pertencer à Rede Natura 2000 – Zona Proteção Especial (ZPE) Moura-Mourão-Barrancos, visto ter um riquíssimo património natural e cultural e certamente por ter uma vasta e preservada área de montado de azinho.

No Parque de Natureza de Noudar convoca-se o princípio de que o uso promove a conservação do território e recria a atividade agrícola na Herdade, respeitando as práticas e as tradições da região, ao mesmo tempo que se promove o eco turismo no respeito pela natureza.

A recuperação e adaptação da arquitetura original do Monte da Coitadinha possibilitam o acolhimento de visitantes, potenciando a vivência do território com todas as acomodações para permanecer e explorar, onde se incluem alojamento, restaurante e atividades de interpretação.

Nalguns locais do Parque de Natureza de Noudar ainda se mantém um coberto vegetal próximo do que seria original, como se nunca tivesse havido qualquer intervenção humana. São bosques ricos, íngremes, difíceis, que ainda guardam o maior segredo de Noudar.

O Parque apresenta elevada riqueza faunística e florística, sendo frequente encontrar animais e plantas que não fazem parte do quotidiano dos habitantes da cidade. Devido à necessidade de conciliar os seus valores naturais com a sua exploração, temos procedido desde 2001 à monitorização da fauna e flora com o objetivo de quantificar as alterações na biodiversidade decorrentes da implementação do programa de gestão de Noudar.

A EDIA tem como missão garantir que este espaço de características únicas se mantém e valoriza.

PROGRAMA:
15H00 Boas vindas e agenda
15H10 O BCSD Portugal
15H15 A importância do Capital Natural e a sua integração na estratégia empresarial
15H40 Breve apresentação da EDIA e do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva – Diogo Nascimento, Diretor Coordenador da EDIA
15H50 Apresentação do Parque de Natureza de Noudar – Débora Moraes, Técnica Superior do Parque de Natureza de Noudar
16H20 Perguntas e Respostas
16H30 Encerramento da sessão

» A participação é gratuita mediante inscrição AQUI