Empreendimento de Fins Múltiplos

 

Alqueva assenta no conceito de fins múltiplos e na gestão integrada da sua reserva estratégica de água.

Com Alqueva traçam-se caminhos para a água: caminhos que seguem para o abastecimento público, com o reforço a 5 barragens que abastecem cerca de 200 000 habitantes, para a agricultura, com uma área equipada de regadio de cerca de 120 000 hectares e uma área de expansão de mais 50 000 hectares, para a indústria, para produção de energia limpa e para o turismo.

O Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva é um Projeto estruturante no Sul de Portugal assumindo-se como investimento âncora do desenvolvimento regional.

Este projeto encontra na barragem de Alqueva a Mãe de todo o Empreendimento e na sua albufeira o instrumento que garante o futuro da região, a água. O seu conjunto de infraestruturas permite concretizar o maior sonho do Alentejo e viabilizar do ponto de vista económico-social uma das regiões mais desfavorecidas na Europa.

A partir de Alqueva, interligam-se barragens e reservatórios garantindo a disponibilidade de água, mesmo em períodos de seca extrema, a uma área aproximada de 10 000 km2, divididos pelos distritos de Beja, Évora, Portalegre e Setúbal, abrangendo um total de 20 concelhos.

A albufeira de Alqueva, o maior lago artificial da Europa, estende-se por 83 km ao longo dos concelhos de Moura, Portel, Mourão, Reguengos de Monsaraz e Alandroal, ocupando uma área de 250 km2. A capacidade total de armazenamento da albufeira de Alqueva é de 4 150 milhões de m3, sendo de 3 150 milhões de m3 o seu volume utilizável em exploração normal.

O projeto de Alqueva, é hoje no Alentejo o maior investimento alguma vez realizado.

O desafio que se coloca à região é proporcional à sua dimensão, abrindo perspetivas únicas ao relançamento do desenvolvimento económico e social, e criando condições para um acréscimo efetivo do Produto Interno Bruto regional através:

  • Da criação de novos investimentos e no desenvolvimento de novas atividades económicas;
  • Da integração e complementaridade de projetos e de atividades;
  • Da criação e qualificação do emprego;
  • Da marca Alqueva como referência de qualidade de produtos e serviços;
  • Do espaço Alqueva como referência de inovação e de tecnologia.

Alqueva é igualmente um projeto sustentável de base regional, nomeadamente:

  • Apoiando o tecido social, empresarial e institucional da região;
  • Mantendo e valorizando o caráter, cultura e identidade regional;
  • Promovendo Alqueva como paradigma da qualidade ambiental;
  • Gerando critérios de competitividade e de rentabilidade dos investimentos.

O projeto de Alqueva afigura-se assim como um instrumento chave, integrando e complementando projetos numa perspetiva empresarial.

O Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva é um sistema composto pelas seguintes infraestruturas:

Barragem de Alqueva
Altura – 96 m
Comprimento do coroamento – 458 m
Capacidade Total – 4 150 hm3
Nível de Pleno armazenamento – cota 152 m
Nível Mínimo de Exploração – cota 130 m
Capacidade Útil – 3 150 hm3
Espelho de água – 250 km2
Comprimento da albufeira – 83 km
Margens – 1 160 km

Central Hidroelétrica de Alqueva
Potência instalada – Alqueva I e II – 2 x 260 MW
Total : 520 MW

Barragem de Pedrógão (contra embalse de Alqueva)
Altura – 43 m
Comprimento – 448 m
Capacidade total – 106 hm3
Capacidade útil – 54 hm3
Espelho de água – 11 km2
Comprimento da albufeira – 23 km
Margens – 118 km

Central Mini Hídrica de Pedrógão
Potência instalada – 10 MW

Sistema Global de Rega
Área – 119 139 ha
Extensão da rede primária – 382 km
Extensão da rede secundária –1 620 km
Barragens, Reservatórios e Açudes – 69
Estações elevatórias – 47
Mini Hídricas – 5